DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

Pão e Circo: confira os nomes dos presos e detidos por fraude na PB


Esquema era comandado por empresários de dentro das próprias prefeituras paraibanas
O Ministério Público da Paraíba (MPPB) divulgou no início da tarde desta quinta-feira (28), os nomes de todos os envolvidos em esquema fraudulento na contratação de bandas e organização de eventos, que culminou com a prisão de três prefeitos paraibanos na Operação Pão e Circo.
Foram alvo de mandados de prisão
Ozimar Berto de Araújo
Maria do Carmo Régis de Araújo
Daniel Gomes da Silva
Felipe Silvestre Pordeus
Márcio de Melo
Djalma da Silva Toscano
Andressa Ingrid Amâncio de Lima
Severino Justino da Silva (“Menudo”)
Marcos Antônio Bezerra da Silva
Geraldo Félix da Silva
Carlos Abílio Ferreira da Silva
Gilmar Sales Cordeiro
Renato Mendes Leite
Vinícius Lemos de Sousa Melo
Rosiberto Carlos da Silva Santos
José Walter da Costa
Lúcia de Fátima Lemos de Sousa Melo
Francisco de Assis de Melo
Jacy da Silva Mendonça
João Clemente Neto
Edivaldo Rodrigues de Lima (“Peninha”)
José Antônio Azevedo Melo
Antônio Edson da Silva (“Edinho”)
Marcos Elpídio Pereira Portela
Ednaldo de Sousa Lima
Manoel Ferreira Sobrinho
Marinézio Ferreira da Silva
Cláudia Izabel da Silva Maia
Mandados de condução coercitivos
Josvaldo Araújo Trajano da Silva
Fabiana Marinho Lins
Daygela Gomes da Silva
Romacele Karpowicz Menezes
Thiago Henrique Assis de Moura
Helena Rafaela Pereira de França
Nathália Régis de Araújo
O MP vai solicitar à Justiça o afastamento dos prefeitos de Sapé (João da Utilar ), Solânea ( Dr. Chiquinho ) e Alhandra ( Renato Mendes). As 35 pessoas (alvo dos mandados de prisão e condução coercitiva) serão ouvidas nesta quinta e sexta-feiras pelos promotores de Justiça no Núcleo Criminal do MPPB, localizado no centro de João Pessoa.
As prefeituras envolvidas são as de Mamanguape, Sapé, Solânea, Santa Rita, Itapororoca, Conde, Jacaraú, Mulungu, Boa Ventura, Capim, Cuité de Mamanguape, Cabedelo, Alhandra. As irregularidades também foram constatadas na Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), a Capital. As investigações apontaram direcionamento nos processos de licitação para contratar empresa responsável pelo show pirotécnico do último Réveillon, em João Pessoa, por exemplo.
Segundo o assessor da CGU em Brasília, Israel Carvalho, estima-se que tenham sido desviados, desde 2008, cerca de R$ 65 milhões dos cofres públicos (entre verbas municipais, estaduais e federais). “A CGU esteve em loco em três municípios e constatou as irregularidades e desvios de dinheiro público. Só um grupo criminoso de empresas movimentou cerca de R$ 14 milhões. As investigações deverão apontar a participação de outros grupos”, exemplificou.
Eles são acusados de falsificar documentos públicos e privados, falsidade ideológica, crimes contra a ordem tributária (sonegação), corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, desvio de verba pública, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. A pena para esses crimes pode chegar a 48 anos de prisão.
O material será analisado pela PF, Gaeco e CGU e poderá revelar o envolvimento de mais empresas, prefeitos e servidores públicos no esquema criminoso.
FONTE: ASCOM MPPB/ Assessoria do MPPB

Ítalo sai da disputa e PSC deve oficializar apoio a Cícero


O partido marcou reunião para o final da manhã desta sexta em João Pessoa e o pré-candidato a prefeito de João Pessoa pelo PSC, ítalo Kumamoto, retirou a intenção de entrar no pleito em reunião na tarde desta quinta-feira (28), com isso, o PSC deve oficializar, como o MaisPB antecipou, a indicação do ex-senador Marcondes Gadelha para vice de Cícero Lucena (PSDB).
A oficialização acontece em reunião agendada para às 11 horas, no Creci, antes de formalizar a aliança com o PSDB, os filiados do partido vão buscar tirar as arestas que ainda existe.
Acontece que alguns defendem a aliança com José Maranhão (PMDB) e a indicação do ex-deputado Neto Franca para vice do peemedebista, tese defendida por parte dos pré-candidatos a vereador do partido.
O detalhe é que Gadelha é o presidente estadual do partido e Neto o vice-presidente municipal.
Fonte: Mais PB

Luceninha monta plano de governo com participação da população de Cabedelo


“Um governo democrático pautado na vontade popular”, assim define Luceninha (PMDB), a sua participação à frente da Prefeitura Municipal de Cabedelo caso vença as eleições municipais de outubro. O peemedebista vem há oito meses visitando bairros do município, mantendo reuniões com líderes comunitários para conhecer as necessidades dos cabedelenses e criar novas alternativas para os velhos problemas da cidade, bem como colher subsídios para sua carta de intenções que será entregue à Justiça Eleitoral.
  Os encontros são realizados por Luceninha e pelo pré-candidato a vice-prefeito, o vereador Wellington Viana França (Leto), em companhia de uma equipe multidisciplinar, formada por técnicos especializados nas áreas de infraestrutura, educação, saúde, e ação social, entre outros setores da administração pública.
  “Buscamos realizar uma inovação  administrativa em Cabedelo, promovendo uma ação democrática, ouvindo sempre as necessidades da população para que juntos com técnicos que estão nos ajudando, preparar a nossa carta proposta. Este é o novo perfil de governo que pretendemos implantar em Cabedelo e fazer uma gestão democrática e popular” pontuou Luceninha.
FALTA DE INFRAESTRUTURA
            Durante as reuniões com as lideranças comunitárias, a equipe de Luceninha constatou que a falta de infraestrutura básica é um problema comum em praticamente todos os bairros de Cabedelo. “É impressionante como a população do nosso município vem sofrendo com a falta de obras estruturantes. Falta saneamento básico, esgotamento sanitário, mais salas de aulas, leitos hospitalares, entre outras ações que merecem atenção urgente do poder público”, frisou o pré-candidato.
A carta de intenções de Luceninha para Cabedelo já está em processo de conclusão. Ela será homologada junto com a candidatura do peemedebista nos próximos dias no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB).
A coligação já conseguiu a maioria de partidos entre todas as postulantes ao cargo de prefeito no município. Até o momento, em torno de 15 legendas já confirmaram apoio. São eles: PT, PP, PTB, PSL, PRP, PHS, PRTB, PPL, PSDB, PTC, PRB, PSC, PMN e DEM.
Fonte: Assessoria

Em convenção realizada nesta segunda 25/06 o PSC homologa aliança com Luceninha e coligação com o PRB e PP

O PSC de Cabedelo realizou sua convenção nesta segunda-feira 25/06, na Câmara Municipal da cidade e homologou aliança com Luceninha do PMDB e coligação com o PRB e PP na proporcional.
O evento contou com a participação dos candidatos a prefeito e vice Luceninha e Leto, com os presidentes estadual e municipal do PMDB, Antonio de Sousa e Dedo, os dirigentes do PRB e PP, Pastor Oliveira e Moacir, com os deputados do PSC Leo Gadelha e Vitoriano de Abreu, com a representante do PSC-Mulher nacional Nataly Rolin e outros diversos representantes partidários como Fernando Macedo do Democratas, Paulo Nogueira e Djalvani do PMN.
No período da manhã foi instalado o PSC-Mulher, organismo partidário que cuidará da organização feminina e construirá as políticas publicas a serem defendidas pelo conjunto do partido. Tomaram posse na direção do PSC-Mulher no município de Cabedelo, a Senhora Josélia Alves (presidente) Leonilda Cristyne (diretora executiva) Diones Emilia Silva e Janaine Bento.
A convenção dos socialistas cristãos contou ainda com a participação de diversas lideranças religiosas e comunitárias, o presidente das Assembleias de Deus Madureira campo Cabedelo, Pastor Jose Edinaldo e seu vice Wellington Martins, os presidentes das associações comunitárias do Renascer II, Oceania VI e Jardim Gama, estiveram presentes na Câmara para prestigiar o evento.
A Câmara ficou lotada com a participação dos filiados, militantes, simpatizantes e convidados dos social cristãos. O Engenheiro Quintas, presidente municipal do PSC, falando para os convencionais e aos presentes no evento disse que o apoio do PSC ao candidato Luceninha se daria pelo compromisso de renovação e de um novo modelo de gestão, onde o ser humano será visto e cuidado em primeiro lugar. “Esse é o compromisso de Luceninha para conosco do PSC e nós acreditamos em seu propósito”. Frisou Quintans.
Representando o presidente estadual, o deputado Leonardo Gadelha afirmou que a aliança do PSC com o PMDB em Cabedelo tem o apoio da direção estadual e que Luceninha contará com toda força do partido no município, para consolidar a vitória, e na esfera estadual e federal, com a ação dos representantes do PSC na busca dos apoios necessário para sua futura gestão.
O deputado estadual Vituiano de Abreu (PSC) enfatizou que na semana esteve em Cabedelo durante três vezes e que isso seria o prenuncio que a cidade e a futura administração de Luceninha pode e vai contar com sua ação parlamentar na assembléia do Estado.
Luceninha, agradecendo o apoio do PSC e de seus representantes, reafirmou o compromisso com os socialistas cristãos e disse que irá administrar a cidade portuária paraibana com todos os partidos aliados e dentro de uma nova filosofia administrativa, onde o ser humano seja sim, valorizado. Acrescentou que tem consciência de que Cabedelo é a porta de entrada da Paraíba, e que mesmo sendo uma cidade rica em arrecadação, é também uma cidade de um povo pobre em estrutura e serviços públicos organizacional. “Isso não se justifica e será nossa meta mudar essa realidade, a partir de primeiro de janeiro de 2013. Disse Luceninha.
O PSC homologou ainda as candidaturas de doze candidatos para a disputa proporcional na coligação “União Progressista Cristã” formada pelos partidos PSC/PRB/PP. Foram homologados os nomes de Maria Marque – Fatinha, Josélia Alves de Farias, Diego Anderson, João Maria de Lima Fernandes, Lindon Jonson Lustosa, Marina de F. Garcia Dias Torres, Leonilda Cristyne Melo de Sousa, Edvaldo Felix Barbosa, Vanildo Dantas Lima, Aguinaldo Silva, Maria José de Oliveira e Carlos Patrício, para concorrerem uma vaga na Câmara pelo PSC.
Ascom-PSC de Cabedelo

PSC e PCdoB fazem convenção juntos na AABB e lançam a chapa Guilherme Almeida e Felix Araújo em Campina Grande.


 Em convenção realizada neste domingo, 24/06, na sede da AABB, o PSC e PCdoB lançaram o deputado estadual Guilherme Almeida e o jovem advogado e professor da UEPB, Felix Araújo Neto para prefeito e vice de Campina Grande.
O evento reuniu as principais estrelas estaduais do PSC e contou com a participação de representante do diretório acional, do presidente estadual da legenda no estado senador Marcondes Gadelha, do deputado federal Leonardo Gadelha, dos deputados estaduais Vitoriano de Abreu e Arnaldo Monteiro, filiados, simpatizantes e de dezenas de pré-candidatos a vereador das duas agremiações partidárias.
A chapa do PSC/PCdoB em Capina conta com o apoio de Felix Araujo Filho e da ex-prefeita Cozete Barbosa. Felix apresenta o filho para vice de Guilherme Almeida e Cozete vai disputar uma cadeira na Câmara da cidade pelo PCdoB. Em discurso inflamado, a ex-prefeita falou que foi envolvida em um conto do vigário quando se envolveu com outras forças políticas que, segundo ela, saquearam a cidade.
Em seu discurso Marcondes disse que Campina tem opção com qualidade, conclamou a militância a se enganarem, pediu que Guilherme administre pensando no ser humano em primeiro lugar, reafirmou o apoio da direção estadual e afirmou que o PSC é o partido do peixe, mas, no aquário do partido não cabe o peixe traíra.
“Nada acontece por acaso, essa chapa tem o apoio de nossos ancestrais que lá de cima abençoam esta união. Nossos avôs já estiveram juntos em prol de Campina. Vamos mostrar para a sociedade que temos as melhores propostas de governo para Campina Grande, frutos estes extraídos do Seminário Campina Grande Ideal, que vem sendo realizado desde abril passado em vários bairros e no Centro da cidade”, assinalou Guilherme justificando sua motivação.
O jovem advogado e professor da UEPB Félix Araújo Neto, disse que a cidade de Campina Grande está vivendo um momento de não admitir a forma como vem sendo posta em prática uma política de conchavos e negociatas. “O PCdoB e o partido de Guilherme Almeida não têm compactua com isto. A nossa grande preocupação é resgatar a política digna, de transparência”, assinalou.
O Engenheiro Quintans, o Jornalista Aguinaldo Silva e o jovem José Luis, da executiva do PSC de Cabedelo, estiveram presentes na AABB prestigiando a convenção do partido em Campina.
Fonte: Ascom-PSC de Cabedelo


O PSC de Cabedelo faz sua convenção na segunda 25/06 e deve homologar apoio a Luceninha do PMDB

O Partido Social Cristão – PSC de Cabedelo marcou sua convenção partidária para a próxima segunda-feira 25/06, das 08 às 17 horas, no Plenário da Câmara Municipal da cidade portuária. Praça Venâncio Neiva, Centro.
No evento o partido deve homologar as candidaturas de seus pré-candidatos a vereadores, coligação na proporcional com o PP/PRB e aliança com o PMDB para apoio as candidaturas majoritárias de Luceninha e Leto.
Além, dos convencionais, o evento deve reunir dezenas de filiados e simpatizantes, os pré-candidatos proporcionais e algumas lideranças estaduais da legenda. Já confirmaram presença, o Presidente Estadual Marcondes Gadelha, o Deputado Vitoriano de Abreu, Nataly Rolin (da executiva nacional), entre outras estrelas de renome do partido. Luceninha também confirmou participação na convenção dos socialistas cristãos.
Na oportunidade, os partidários do PSC cabedelense, vão aproveitar para na parte da manhã, instalar o PSC-Mulher, órgão partidário que será responsável por congregar as mulheres e construir as políticas públicas a elas dedicadas e que serão defendidas pelo conjunto do partido no município.
“Não queremos presidir um partido que só apareça para seus filiados, simpatizantes e a sociedade em geral nos períodos eleitorais. Queremos estar presentes no dia a dia e participando da vida social da cidade, construindo, intervindo e propondo. Afinal, o partido não serve apenas como ferramenta de sustentação de candidaturas, ele deve ser um instrumento de construção cotidiana das políticas públicas e estarem a serviços de seus filiados para o pleno exercício de sua cidadania”, disse o Engenheiro Quintans, presidente municipal do PSC. 
Fonte: Ascom-PSC de Cabedelo
Veja abaixo o Edital de convocação dos convencionais do PSC

FICHA LIMPA: Nada consta na lista do TCU e Luceninha ganha motivação extra para a disputa eleitoral


Após divulgação da lista do TCU disponibilizada nesta quarta-feira (20), onde aparecem cerca de 220 políticos paraibanos com contas rejeitadas, situação que poderá levá-los à inelegibilidade para as eleições municipais de outubro deste ano, pelo menos três concorrentes a cargos de prefeito na Grande João Pessoa têm motivos especiais para comemorar.
É que desde o término das eleições de 2010,  Luceninha (Cabedelo), Expedito Pereira (Bayeux) e Reginaldo Pereira  têm sido taxados por alguns meios de comunicação de ‘fichas-sujas’ por suposta reprovação de suas contas quando ocupantes de cargos políticos ou funções públicas, confundindo assim o eleitorado, que induzido pelo pré-julgamento de alguns jornalistas e radialistas, não sabiam se a informação tinha fundamento ou não passava de mera especulação.
Agora, depois da divulgação do TCU, esses prefeitáveis, os mais ‘injustiçados’ sobre esse tipo de especulação na imprensa, saem motivados para, quando começar a campanha eleitoral, em sendo candidatos de seus partidos, disputarem o pleito que se aproxima em seus respectivos municípios, já que seus nomes não constam na temida lista, desmentindo assim os que 'semeavam' a dúvida quanto a suas elegibilidades.

'Peladona de Congonhas' posa nua para a 'Sexy' com o tema aeroporto


Jéssica Lopes, a "Peladona de Congonhas", já começou a colher os frutos de sua "distração" e posou para a sessão "Pin Up" da revista "Sexy", nesta quinta-feira, 21, em São Paulo. A loira ganhou destaque na mídia ao ser flagrada seminua por um paparazzo enquanto trocava de roupa dentro do carro no estacionamento do Aeroporto de Congonhas. Apesar de ter sido convidada a posar para a sessão antes do episódio, Jéssica contou que a polêmica fez com que a publicação mudasse o tema das fotos, que agora fazem referência a viagem.
"Eu já tinha sido convidada, por ter participado do "Casa Bonita", do Multishow, mas depois de tudo que aconteceu, a revista mudou o tema. Vamos fazer algo que tenha a ver com o aeroporto agora", revelou ela, que ainda não pensa em fazer um ensaio nu completo. "Vamos por partes, né? (risos). Por enquanto não pensei nisso ainda, até porque teria que conversar bastante com meus pais antes de aceitar", disse ela, que já levou uma bronca da mãe após o flagra.
Superado o trauma e aproveitando a exposição na mídia para conseguir novas oportunidades no meio artístico, Jéssica relembra que quando dava aula de matemática para adolescentes em Porto Alegre, no Sul do país, sempre era incentivada por seus alunos a deixar as salas e investir na carreira artística. "Quando saí no meu primeiro ensaio de biquíni, muitos alunos comentaram na publicação que eu tinha cara de brava como professora. Os alunos sempre me incentivaram a deixar de ser professora e investir no meio artístico. Na verdade, os meninos, porque as meninas sempre meteram o pau", relembra, rindo.
Mal interpretada
Depois de ter dito que não gostaria de ser comparada a Geisy Arruda e que sua revista não teria photoshop, Jéssica voltou atrás e disse que foi mal interpretada em suas palavras. "Disse que não queria ser comparada com a Geisy porque a situação é diferente. Se eu tivesse ido de vestido na faculdade e acontecido algo parecido, aí sim, mas cada caso é um caso. De maneira alguma eu quis alfinetar ela, aliás, não tenho nada contra ela".
Fonte: EGO

Trens voltaram a circular normalmente nesta quinta (21) depois de 36 dias de greve


Os servidores da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) de João Pessoa e de todo o País decidiram acabar a greve e voltaram ao trabalho nesta quinta-feira (21). O movimento foi encerrado porque o Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília (DF), marcou para o próximo dia 26 o julgamento do Dissídio Coletivo da categoria. A paralisação durou 36 dias. A partir de hoje, os trens voltam a circular normalmente.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias no Estado da Paraíba (Sintefep), José Cleofas Batista de Brito, explicou que na Paraíba, a decisão foi tomada na manhã de ontem em Assembleia da Categoria, realizada na Estação João Pessoa com sindicatos de todo País por vídeoconferência. “Não ficou nem a proposta deles, nem a nossa. Agora é o Tribunal que vai decidir de quanto será o nosso reajuste”, disse José Cleofas.
De acordo com a Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC) do Tribunal Superior do Trabalho a sessão extraordinária será realizada às 13h30. Será julgado o reajuste de todos os ferroviários e metroviários de Pernambuco, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e da Zona da Central do Brasil, no Rio de Janeiro.
O primeiro dissídio (DC 5381) foi instaurado pela CBTU, que pede que o TST declare a ilegalidade da greve deflagrada pela categoria no dia 14 de maio. No segundo (DC 5881), são os sindicatos que pedem que o Tribunal defina índices de reajuste salarial e cláusulas sociais. A pauta única de reivindicações contém 115 cláusulas e pede a fixação de piso salarial de R$ 1.985, reajuste salarial com base no índice DIEESE acumulado desde a última data-base e aumento real de 10%.
Desde o ajuizamento do primeiro processo, em maio, foram realizadas duas audiências de conciliação e julgamento – a primeira com a vice-presidente do TST, ministra Maria Cristina Peduzzi, e a segunda com o relator dos processos, ministro Márcio Eurico Vitral Amaro.
Com o fim da greve os trens voltam a realizar 28 viagens diárias entre os municípios de Cabedelo, João Pessoa, Bayeux e Santa Rita, iniciando a operação comercial às 04h25 e encerrando às 19h30.
Fonte: Redação com Jornal Correio da Paraíba com foto da internet

Quinze partidos e centenas de pessoas se aglomeram no Cabedelo Clube para a Convenção de Luceninha


O Cabedelo Clube ficou pequeno para a festa organizada ontem pelo PMDB e outros quatorze partidos, para a realização da Convenção que laçou, oficialmente, Leceninha como candidato a prefeitura de Cabedelo.
Com uma coligação de 15 partidos, o PMDB homologou a chapa puro sangue Luceninha e Leto que será apoiada na proporcional por 180 pré-candidatos a vereador, lideranças comunitárias, lideranças sindicais e dos partidos coligados: PRP, PRTB, PHS, PP, PSDB, PT, PSL, PTB, PPL, PTC, Democratas, PTdoB, PRB e PSC.
O Cabedelo Clube ficou lotado para receber Luceninha e Leto, que chegaram ao clube acompanhados do ex-governador José Maranhão (PMDB), da deputada federal Nilda Gondim, (PMDB) da deputada estadual Olenka Maranhão (PMDB), e dos deputados federais Manoel Junior (PMDB) e Wilson Santiago (PMDB). Os deputados estaduais Vituriano de Abreu (PSC) e João Gonçalves (PSDB), prestigiaram a festa.
Vestindo vermelho e as cores dos partidos aliados, as pessoas foram se aglomerando para saudar a maior coligação já realizada na Paraíba. O vermelho predominou e houve muitos fogos, aplausos, gritos de já ganhou e muita euforia. “O povo está antecipando nas ruas a vontade das urnas. Respeito às opiniões contrárias, mas prevalece a vontade daqueles que querem o melhor para Cabedelo”, frisou Leto.
Luceninha, visivelmente emocionado, se referindo a chegada do PSC a sua coligação, destacou o desprendimento e do empresário Engenheiro Quintans, acrescentou que participou do lançamento e posse do PSC-Jovem, agradeceu o apoio dos socialistas cristãos e disse que a valorização do ser humano é sua meta e que a falta de qualidade de vida que ele presencia em suas constantes visitas aos bairros pobres irá acabar, pois sua gestão será de políticas públicas e de inclusão social.
A coligação encabeçada pelo PMDB, uma das maiores coligações político-partidárias já vistas no Estado, é integrada pelos seguintes partidos: PRP, PRTB, PHS, PP, PSDB, PT, PSL, PTB, PPL, PTC, Democratas, PTdoB, PRB e PSC.
Em meio a um mar vermelho, um grupo de verdinhos destacava-se no meio da multidão, eram os membros do PSC, partido que acabara de chegar à coligação e foram prestigiar a festa. O PSC não fez convenção ontem com o PMDB, fará a sua no dia 25 de junho próximo, na Câmara Municipal. Os demais partidos da coligação realizaram suas convenções em conjunto com o PMDB, ontem no Cabedelo Clube.
Clique Aqui e veja mais fotos do evento.
Da redação do www.cabedelonarede.com.br
Foto: Nildinha/Ricardo Paiva/Aguinaldo Silva

Agra entrega pedido de desfiliação do PSB, sinaliza para oposição, imprensa nacional repercute e o partido emite nota


O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, entregou requerimento se desfiliando do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na manhã desta segunda-feira (18). O documento foi entregue à sede da Executiva Municipal da legenda e à Justiça Eleitoral.
“A situação ficou insustentável. Não tinha mais como permanecer no PSB após os sucessivos atos discriminatórios e desrespeitosos que sofri”, justificou Agra, dizendo ainda que a decisão foi tomada depois de ouvir a população e refletir sobre os últimos acontecimentos, incluindo a disputa eleitora interna promovida pelo partido.
“O PSB não me quer mais e nem eu sinto pertencer mais ao partido. Continuo mantendo o meu respeito e amizade aos companheiros dessa legenda que eu ajudei a reestruturar a partir de 2002 e que tive a honra de integrar a sua Executiva Nacional”, pontuou.
Luciano Agra ainda não definiu seu posicionamento político nas eleições desse ano. Segundo ele, o momento é de conversas com os partidos, mas garantiu que sua opção será pela manutenção das forças políticas que ajudaram a construir o processo de transformação social e econômica vivido pela cidade de João Pessoa nos últimos sete anos.
PSB divulga nota sobre saída de Agra
Na manhã de hoje o PSB foi mais uma vez surpreendido pela atitude do prefeito Luciano Agra que formalizou junto ao partido sua desfiliação.
Alega ele que “diante da exclusão imposta pela direção do PSB resolvi me desfiliar”. Atitude lamentável que revela a falta de compreensão ao processo partidário de escolha da candidatura do PSB para as eleições de 2012, em João Pessoa.
Processo este que se deu de maneira democrática envolvendo ampla participação e rico debate público legitimado pela observância do estatuto do PSB e pela participação do próprio Luciano Agra que ao final, consagrou Estelizabel  candidata do PSB com quase 70% dos votos dos seus filiados.
No lapso de tempo de cinco meses o PSB lidou com os conflitos advindos da dubiedade do Prefeito Luciano Agra, que declinou da sua candidatura, quis retornar e declinou novamente em reunião do diretório, buscou enfraquecer a decisão unânime do diretório municipal que indicara a pré candidatura de Estelizabel Bezerra, coagiu e demitiu integrantes do partido; construtores e colaboradores da gestão do PSB em João Pessoa.
A desfiliação desvela nesse contexto os sentimentos de distanciamento, ingratidão e deslealdade para com o projeto político que lhe deu a condição de ocupar o principal cargo eletivo da cidade sem que para isso tivesse que ter um único voto.
No entanto, a desfiliação não desanima o PSB na sua trajetória de transformar João Pessoa em uma cidade cada vez mais socialmente justa, habitável e sustentável. O PSB fez uma escolha democrática e participativa considerando a capacidade de liderança, compreensão sobre a cidade e a gestão e sobretudo, compreensão de como construir a Política.
O PSB é maior que o interesse pessoal de qualquer um de seus filiados, quando este tenta se sobrepor ao interesse coletivo. O PSB construiu uma historia de evolução dentro da cidade de João Pessoa. Historia de democracia participativa, inclusão social, desenvolvimento urbano e econômico e transparência na gestão pública.
Qualquer acidente de percurso, promovido por qualquer pessoa não põe em risco esse grande patrimônio político que o PSB conseguiu desenvolver na capital do Estado.
Mais do que nunca, diante das fragilidades políticas de pessoas, temos a convicção de fazer esse projeto em execução em João Pessoa seguir adiante, não permitindo que o retrocesso se reinstale na nossa capital.
João Pessoa-PB, 18 de junho de 2012.

Mídia nacional repercute desfiliação de Agra
SÃO PAULO - O prefeito de João Pessoa (PB), Luciano Agra, anunciou nesta segunda-feira sua desfiliação do PSB, legenda que mais cresce na região Nordeste.
Em janeiro, Agra divulgou uma carta na qual desistia de disputar a reeleição neste ano, sob a justificativa de que não era "afeito ao jogo bruto da política". Mas, no mês passado, voltou atrás e escreveu outra carta, endereçada ao presidente do partido, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, manifestando sua vontade de concorrer.
Como o PSB já havia escolhido o nome da ex-secretária municipal de Planejamento Estelizabel Bezerra, Agra teve que participar de uma prévia com a ex-subordinada.
Perdeu por 305 votos a 142. Um dos argumentos do prefeito expostos a Eduardo Campos foi a fragmentação da base de mais de 15 partidos. PT, PPS e PDT decidiram lançar nomes próprios.
Os petistas, que concorrerão com o deputado estadual Luciano Cartaxo, se aproximaram do PP, mesma sigla que anunciou nesta segunda-feira apoio ao ex-ministro Fernando Haddad, em São Paulo, em encontro que reuniu o pré-candidato do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado federal Paulo Maluf, presidente estadual do PP paulista.
Fonte : Assessoria/Valor/Uol

Policia prende funcionários de empresa acusados de fraude em concursos e MP confirma busca ao dono.



O Ministério Público da Paraíba (MPPB), a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Polícia Civil deflagraram, na manhã de hoje, a operação “Gabarito” para desarticular um esquema criminoso de fraude em concursos públicos, no município de Caldas Brandão (a 60 quilômetros de João Pessoa). Uma coletiva de imprensa sobre o assunto será realizada às 10h30, no Núcleo Criminal do MPPB, localizado no Centro de João Pessoa.
A Comarca de Gurinhém expediu seis mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária contra o dono da empresa Metta Concursos e Consultoria Ltda., o presidente e os membros da Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura de Caldas Brandão. Eles são acusados de cometer crimes de frustração do caráter competitivo, formação de quadrilha, falsidade ideológica e corrupção ativa e passiva. A pena para esses crimes chegam a 21 anos de prisão.
Os mandados de busca estão sendo cumpridos nas sedes da prefeitura, da empresa Metta e nas residências dos integrantes da Comissão de Licitação e dos sócios da Metta.
Investigações - As investigações foram feitas pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do MPPB e partiram de denúncia feita pela Promotoria de Justiça de Gurinhém, que tem a frente a promotora Jaine Aretakis Cordeiro Didier.
Foi constatado que o esquema criminoso fraudava licitações, dispensas e inexigibilidades de licitação e concursos públicos destinados à contratação de profissionais da Estratégia Saúde da Família (também chamada de Programa Saúde da Família ou PSF) e de programas federais, como o de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), Bolsa Família, Programa de Atenção Integral à Família do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Paif/Creas) e Projovem, além de outros cargos do quadro do município. “São situações que, além de constituírem crimes capitulados na legislação pátria, causam dano ao erário e atentam contra os princípios da legalidade, impessoalidade e da moralidade administrativa”, disse o promotor de Justiça que coordena o Gaeco, Octávio Paulo Neto.
Participam da operação cerca de 50 policiais civis, seis servidores da CGU e os promotores de Justiça responsáveis pelos procedimentos.
Cartas marcadas” - O MPPB constatou que a Prefeitura de Caldas Brandão realizou, em 2011, pregão presencial para contratar empresa responsável em realizar concurso público. Três empresas participaram da disputa: a Metta, a ASSP - Assessoria e Planejamento Ltda e a Concsel Concursos e Seleção de Pessoal Ltda.
 As investigações demonstraram a ocorrência de fraudes na licitação vencida pela empresa Metta e fraudes ocorridas na operacionalização do concurso público, através de acordos ilícitos para o ingresso de pessoas no serviço público por meio de pagamento de propina e da concessão de favores. O esquema era comandado pelos sócios da empresa.
 Para garantir que pessoas indicadas por integrantes dos poderes Executivo e Legislativo fossem aprovadas no concurso (a fraude era feita com o recebimento prévio da assinatura e da impressão digital dos “apadrinhados” em gabaritos adulterados com respostas preenchidas pela própria empresa), o processo de licitação era burlado para que, ao final, houvesse a escolha e a contratação da empresa Metta.
 Segundo a promotora de Justiça Jaine Didier, todos os procedimentos de contratação dos exercícios de 2011 e 2012 realizados pelo Município de Caldas Brandão (o que abrange as licitações, as dispensas e as situações em que houve inexigibilidade de licitação) serão investigados, com o apoio da CGU.
 O MPPB e a CGU também vão investigar todas as contratações de empresas para realização de concursos públicos pelos municípios paraibanos em que a empresa Metta tenha sido declarada vencedora.
A ‘Operação Gabarito’ da Polícia Civil e Controladoria Geral da União deflagrada na madrugada desta segunda-feira (19) deteu na cidade de Guarabira o proprietário da empresa Metta Concursos e integrantes da comissão de licitação da Prefeitura de Caldas Brandão. Já na cidade de Caldas Brandão um secretário municipal também foi detido junto com a esposa. A Operação teve como objetivo cumprir seis mandatos de busca e quatro de prisão expedidos pela Justiça Estadual da cidade de Gurinhém. A investigação busca desarticular esquema criminoso de fraudes a licitações à concursos públicos para programas federais e municipais. O empresário do da Metta Concursos, Almir Pina, não abriu a porta para os policiais e a mesma teve que ser arrombada. Almir ainda tentou se livrar de vários documentos pela janela da casa em jogando os papéis e um rio. Na casa de Almir Pina foram apreendidos cerca de R$ 400 mil em cheques e dinheiro. Ele foi detido devido a u concurso que chegou a ser anulado pelo Ministério Público na cidade de Extremoz, no Rio Grande do Norte. Na cidade de Caldas Brandão, os policiais apreenderam nas casas dos envolvidos documentos, dinheiro e documentos. Uma coletiva de imprensa foi marcada para às 10h30 no Núcleo Criminal do Ministério Público da Paraíba, na Capital.
Fonte: portal sanhauá/maispb

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger