DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

SAÚDE EM ALERTA - Cabedelo registra uma morte por H1N1 e autoridades de saúde local tentam esconder da população

Uma morte por influenza A do subtipo H1N1pdm09 foi confirmada em Cabedelo, na Grande João Pessoa, segundo o Boletim da Influenza divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta sexta-feira (20). Os dados correspondem ao período de 1º de janeiro a 20 de abril de 2018.
Enquanto isso, a Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab) esconde o caso da população e nada publica para informação da opinião pública. Apenas se limitou em dizer que “vem garantindo o máximo de eficiência por parte das equipes médicas, paramédicas e auxiliares de suas unidades de saúde.” E acrescenta que “a população cabedelense merece todo nosso respeito e estamos adotando medidas pontuais emergenciais e planejamentos para dinamizar ainda mais a prestação dos nossos serviços”, explicou Murilo ao site oficial da PMC.

Além da morte por H1N1 em Cabedelo, também foram confirmadas duas por influenza A do subtipo H3, na grande João Pessoa. Outros quatro casos suspeitos foram descartados e um segue em investigação.

Segundo a SES, foram notificados 51 casos suspeitos para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e, destes, dois casos (4%) foram confirmados para influenza sazonal. Foi descartada a presença do vírus da Influenza em 33 casos (64%). Os demais seguem em investigação.

A SES observa que, no entanto, as notificações realizadas por SRAG englobam um número maior de doenças respiratórias, o que eleva o número de casos notificados atualmente, com o objetivo de conhecer o comportamento não só das doenças ocasionadas pela influenza, como também das pneumonias.

Todo caso de SRAG hospitalizado deve ser notificado e encaminhado ao Núcleo de Doenças Transmissíveis Agudas da SES, exceto os casos atendidos nos serviços de saúde do município de João Pessoa.

Vacinação - A Secretaria Estadual de Saúde informou que a Campanha de Vacinação contra a Gripe vai ser realizada a partir de segunda-feira (23) até o dia 1º de junho, em todas as unidades de saúde dos 223 municípios do estado.

A meta para o ano de 2018 é vacinar 90% dos grupos prioritários: pessoas com 60 anos da idade ou mais, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, profissionais de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade que estão sob medidas socioeducativas, e a população privada de liberdade.
Da Redação com informações do G1-PB
Foto: Michael Sampaio (CecomCab)

Os que faturam nos recursos da comunicação de Cabedelo tentam com factoide envolver Eudes na Operação Xeque-Mate e tiro sai pela culatra


Vereador Eudes exibe “carta renúncia” que estava com adversários e garante que documento é falso, teve sua assinatura falsificada e pede providencias a Polícia Federal. 
Após estardalhaços em programas nada confiáveis, sobre o suposto envolvimento do vereador Eudes na operação xeque-mate, os ‘teles-guiados’ da podre estrutura que insiste em prosseguir na cidade portuária paraibana, foram mobilizados para descontruir o vereador e coloca-lo na vala comum dos bandidos presos pela PF na cidade.
Eudes sempre fez oposição e, quase que sozinho, arriscou a própria vida para denunciar os desmandos da quadrilha desbaratada pela operação e que ainda tem ramificações na cidade. Uma equipe de bajuladores inundaram as redes sociais e as caixas de mensagens dos comunicadores livres de Cabedelo, na tarde desta sexta-feira (20) com factoides e pedindo a crucificação pública do parlamentar.
A alegação era de que o vereador Eudes e os demais de oposição teriam também assinado as famosas ‘cartas renúncias’ em poder da Polícia Federal apreendida na casa do também vereador Tércio Dornelles e que, na qual, Eudes abriria mão do mandato. A prática era costumeira no bloco de apoio ao prefeito Leto Viana, como forma de obrigar os parlamentares a seguirem as determinações do poder executivo.  E que isso seria o bastante para colocar todos eles na vala comum da corrupção.
Informado do caso, o vereador Eudes procurou a PF para entender o que estava acontecendo. Eudes, vereador de oposição, afirma que nunca assinou o documento, declara que sua assinatura foi falsificada e solicitou a PF que faça uma pericia para comprovar que seu autógrafo foi forjado.
“Declaro que não tenho nenhum documento assinado por mim com relação as cartas renúncias apontadas pela Polícia Federal como foi apontado por alguns órgãos da imprensa local, na tarde desta sexta-feira (20). O factoide, que buscou me relacionar com todo esse lamaçal – que se encontra impregnado na Política de Cabedelo – foi gerado por pessoas sem escrúpulo, que tentam me atingir na Operação Xeque-Mate, tão bem desenvolvida da Polícia Federal em nosso estado. Essas pessoas falsificaram minha assinatura e devem atentar contra outras condutas minhas, no entanto, tudo isso me deixa muito tranquilo, pois, sei que não faço parte, nem mesmo nunca fiz, de nenhuma organização criminosa em toda minha vida profissional. Também ratifico que não me encontro respondendo ao processo criminal, por conta da operação deflagrada pela Polícia Federal e Ministério Público da Paraíba em nossa Cidade de Cabedelo.
Todo esse acontecido me traz a certeza de que estou no caminho certo, pois, causo preocupação a essas pessoas que tentam desviar a opinião pública, diante de seus atos, que são nefastos, que certamente responderão diante da Justiça!”. desabafou Eudes
Da redação com informações e imagem: de O ParlamentoPB
VEJA O VÍDEO COM A ENTREVISTA DO VEREADOR

Concluindo Bacharelado em Serviço Social Dona Cícera é a Marielle da periferia de Cabedelo e acaba de filiar-se ao PSB

Maria Cícera de Brito, Dona Cícera, como é mais conhecida no Recando do Poço, bairro onde atualmente reside por opção. Incansável lutadora para a inclusão de todos os seres nas conquistas dos direitos sociais e do empoderamento feminino, dos idosos, das crianças e dos adolescentes. 
Casada com Flávio Ferreira, Cícera é mãe, avó, cuidadora e protetora da família. Uma cidadã proba e de conduta ilibada e de cidadania mundial.
Concluindo bacharelado em Serviço Social. Ex Conselheira e primeira suplente do atual Conselho Tutelar de Cabedelo, Setor II, Cícera vem assumindo vez por outra como conselheira para tirar as férias de seus pares. Por sua garra, sua luta e sua coerência, ela desagrada alguns setores da política local e por algumas vezes é preterida ou perseguida por suas posições. Porém, sua persistência e retidão a transformou em uma espécie de Marielle em sua comunidade e na periferia de Cabedelo.
Consciente de seus direitos e deveres, ela não descansa. Passa o dia na mobilização dos desmobilizados. Levando conhecimentos, formações e informações para os desencantados. Ouvindo as demandas daqueles que não tem voz. Encaminhando os anseios daqueles que não tem vez. Amenizando o sofrimento e na busca de parcerias para aglutinar a luta nas conquistas dos direitos. Principalmente, dos excluídos que sofrem na periferia.
Além de presidente da ONG Ação Social, se entrega de corpo e alma naquilo que participa. Com discurso embasado, consciente de seus direitos e cheia de coragem, Dona Cícera participa de várias entidades sociais da sociedade civil organizada de Cabedelo. Entre elas: a União Cabedelense de Entidades e Movimentos Sociais – UCEMS, onde é secretária geral. É coordenadora do Movimento Nacional de Luta pela Moradia – MNLM. Militante do Movimento em Defesa de Cabedelo e agora, acaba de se filiar ao PSB, onde recebe a missão de organizar e fortalecer as mulheres socialistas cabedelenses.
Da Redação do Renascer em Noticia.
Foto: Redes sociais/Internet
VEJA MAIS FOTOS DE CICERA E SUAS LUTAS












Presidente da ASMORE cancela eleição da entidade e oposição afirma que é manobra para continuar no poder e vai à justiça para garantir pleito

Edson da Ótica, atual presidente da Associação de Moradores do Renascer (ASMORE), divulga comunicado cancelando a eleição da associação, prevista para acontecer na segunda quinzena de abril, alegando insegurança e brigas generalizadas. Oposição denuncia que é manobra para garantir sua permanência à frente da entidade.
Aliado declarado de Leto Viana, Edson é acusado pela oposição de ter conquistado a ASMORE, após um esforço concentrado do staff do então prefeito Leto Viana, preso na operação xeque-mate, que teria colocado no bairro Renascer, dois de seus membros de confiança do governo, Paulo Vital e Fabrício Magno, com a tarefa de 'operar financeiramente' no dia da eleição e conquistar a entidade para Edson da Ótica.
Esta denuncia inclusive, teria sido formulada pela chapa derrotada naquele pleito, com fotos, áudios e imagem, a comissão eleitoral da época. A mesma, reunida, não acatou a denuncia e Édson teria assumido a entidade. "Tudo isso consta em Atas e pode ser averiguado agora pela justiça" afirma um dos denunciantes.
O artigo 31 do estatuto da ASMORE determina que a eleição da entidade seja realizada na segunda quinzena do mês de abril dos anos pares. Já o artigo 32 e 33, determinam que, 60 dias antes da eleição seja publicado o edital e constituída uma comissão que organizará o processo eleitoral e para gerir a entidade até a posse da nova diretoria.
A comissão foi instituída. Duas chapas foram registradas. Chapa 01 - composta por Irmão Coragem, presidente e Nino, vice. Chapa 2 - Mirela (esposa do vereador Galan), presidente e Seu Jaime, vice. Diva, esposa do atual presidente, seria sua candidata, porém, não registrou chapa.
A oposição afirma ainda que antes de ser preso, Leto teria ordenado a Edson que se juntasse a Galan para a formação de uma chapa única, encabeçada por Mirela. Porem, após o envolvimento da mesma na operação xeque-mate, a situação não teria condições de competir e nem poderia mais substituir sua candidata e, por esse motivo, Edson teria destituído a comissão eleitoral quando a mesma já estava toda organizada, inclusive com as urnas recebidas do cartório eleitoral e toda a parte burocrática e de segurança, garantidas.
Até o fechamento dessa matéria, não foi possível ouvir o presidente Edson da Ótica, o mesmo nem atendeu o celular que dispomos 98633**38 e nem respondeu nossas ligações. Porém, afirma em seu comunicado que a suspenção se dar “por irregularidades, brigas, confusões e ameaças durante o processo eleitoral”.
Este espaço está sempre aberto ao contraditório e pode ser usado por Edson, a qualquer momento, para se defender das acusações e fazer os seus esclarecimentos.
Texto: Aguinaldo Silva com informação da Ascom Chapa 01
Foto: Internet e Assessoria de Comunicação da chapa 01

Veja abaixo ofícios, convocatória, comunicado em poder da comissão.













A via principal do Jacaré que acaba de ser pavimentada e calçada pelo governo estadual começa a receber nova iluminação da PMC


A prefeitura de Cabedelo anunciou que foram autorizados e já iniciados os serviços de expansão da rede de iluminação pública da rua Jair Cunha Cavalcanti, principal do bairro do Jacaré em Cabedelo.

Conforme informações colhidas no site oficial da edilidade, as intervenções já estão sendo realizadas num trecho de 2km e envolvem os pontos compreendidos entre o Terminal de Combustíveis da Paraíba (Tecop) e a avenida Por do Sol.

Será substituída toda a rede de cabos, bem como implantadas lâmpadas de vapor metálico brancas, que proporcionarão maior visibilidade da área no período noturno. Além disso, também estão sendo instalados 40 novos postes no trecho de 1.200 metros que não era iluminado.

“Esse serviço beneficiará os moradores dos bairros Jacaré e Portal do Poço, que terão mais segurança, conforto e qualidade de vida”, destaca a matéria da Secom municipal.

Da Redação com informações da Secom Cabedelo

Conselheiros tutelares de Cabedelo reúnem-se com SEMAS para definir diretrizes do trabalho com crianças e adolescentes


A Secretaria de Assistência Social (Semas) reuniu, nesta quarta-feira (18), os membros dos Conselhos Tutelares I e II e representantes do Conselho Municipal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes (CMDCA) para discutir as condições de trabalho e definir as diretrizes de funcionamento dos serviços. O encontro, que aconteceu no auditório do órgão, foi o primeiro contato dos conselheiros com a nova gestão da assistência social em Cabedelo.

Além de apontar as necessidades dos Conselhos em termos administrativos, de estrutura e equipamentos, foram discutidas as metas a serem alcançadas. O encontro serviu, também, para apresentar as prioridades em termos de gestão das politicas de assistência social para crianças e adolescentes no município.

“Foi muito relevante essa reunião, pois o contato com todos os integrantes dos Conselhos, bem como com os representantes do CMDCA é importantíssimo para podermos acompanhar o trabalho que está sendo realizado, tentar se aproximar mais dos Conselhos e vivenciar as necessidades e dificuldades deles para que, juntos, possamos prestar um serviço de melhor qualidade na atenção aos direitos de nossas crianças e adolescentes”, destacou a secretária da Assistência Social, Cynthia Denise Cordeiro.
Informações e imagem: Secom Cabedelo

Vereador Josimar Silva questiona utilização de vidro fumê nos veículos da SEMOB de Cabedelo


Um dos novos suplentes que assumiu na Câmara de Cabedelo, após prisão e afastamento dos titulares pela operação xeque mate, está questionando a utilização de película fumê no vidros dos carros utilizados pela SEMOB do município.
Josimar Silva, conseguiu aprovar na noite desta terça-feira (17), o requerimento 054/2018, onde afirma que os automóveis da secretaria de mobilidade urbana (SEMOB) de Cabedelo, não vêm respeitando a resolução nº 254, de modo que trafegam pelas vias públicas ostentando  vidros com luminosidade muito abaixo do permitido.
 Assim, a propositura tem como escopo o respeito as normas legais, de forma que os arts. 3º e 7º da resolução nº 254 do CONTRAN que são claros ao fixar os limites de aplicação das películas nos vidros  dos veículos, o que deveria ser observado e seguido a risca pelo orgão de transito da cidade.
"Desse modo,  é vultuoso o clamor da comunidade local, buscando a isonomia na aplicação das leis. Ora, o próprio órgão fiscalizador do trânsito municipal DEVE servir de espelho para a população!" frisou o parlamentar.
 Ademais, é importante zelar pela ordem pública e saúde da comunidade, devendo ser retirado de circulação e readequado às normas legais todo veículo do órgão que não possibilita uma segura dirigibilidade.
Informações e Imagem: Assessoria do Vereador Josimar Silva

Prefeito interino de Cabedelo divulga nomes de seu secretariado e nomeia esposa para a procuradoria do município

TUDO EM CASA - O Prefeito interino de Cabedelo, Vitor Hugo, anuncia seu secretariado, nomeia esposa para a procuradoria geral do município e remaneja servidores envolvidos na Xeque-mate para outras secretarias.
Conhecido por ser o único digno de atar as correias dos calçados do prefeito afastado e preso Leto Viana, Vitor Hugo, prefeito interino, vem a cada dia mostrando seus reais interesses e mostrando seu estreito relacionamento com o grupo de Leto.
Acontece que o interino nomeou a esposa como procuradora do município e, contradizendo suas próprias palavras onde afirmou "afastar os servidores envolvidos no escândalos da Operação Xeque-Mate, nomeou também servidores que aparecem no inquérito, a exemplo do novo Secretário de Articulação Política, André Luiz.
Como se não bastasse ter sido citado na reportagem do Fantástico  recebendo  possível propina, Vitor Hugo agora começa a por as unhas de fora assinando recibo da sua fidelidade a Leto Viana e se distanciando cada vez mais do que vinha afirmando na mídia e na cidade.
O prefeito interino de Cabedelo deve anunciar oficialmente todos os secretários do município, até o dia 30 de abril. 50% dos secretários da cidade já foram exonerados e os que já assumiram as pastas são os seguintes:
Ação social – Cyntia Cordeiro
Administração – Adriano Sérgio
Articulação Policita- André Luís
Comunicação Social – Leandro Borba
Cultura – Igobergh Barbosa
Esporte, Lazer e Juvetude – Mauricio Santos
Infra estrutura – Ademar dos Santos
Junta Militar- Pedro Florencio
Procuradoria – Daniella Ronconi
Saúde – Wagner Suassuna
Transporte – Wellington Brito
Licitação – Carlos Antonio

Vereadora Fabiana Régis vai pedir novas eleições em Cabedelo e Cobra um posicionamento dos novos vereadores da Casa

A vereadora Fabiana Regis (PDT), vai pedir à justiça a realização de novas eleições na cidade de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa. O argumento apresentado por ela para requerer esse processo será a garantia da segurança no futuro político e administrativo do município. Fabiana é uma das parlamentares sobreviventes a Operação Xeque-Mate.
Há duas semanas, Cabedelo viveu um dos maiores escândalos políticos da Paraíba com a deflagração da operação, que resultou nas prisões do prefeito, vice-prefeito e cinco vereadores. Outros cinco parlamentares foram afastados das funções e a Câmara Municipal hoje funciona com a presença de dez suplentes e apenas cinco titulares.
“É preciso que a justiça dê uma resposta quanto a esta situação de Cabedelo. Estamos aqui preparados para assumir a nossa responsabilidade enquanto oposição e em favor do nosso povo. Vamos pedir novas eleições e exigir que a Câmara também dê um posicionamento,” pontuou.
Fabiana frisou que é preciso um posicionamento da Câmara de Vereadores de Cabedelo, porque nenhum processo de cassação foi dado entrada ainda. Além disso, Fabiana lembrou que a eleição da nova Mesa Diretora, que resultou na posse de Vitor Hugo como prefeito interino, também está sendo questionada e, por isso, a movimentação política na cidade ainda não acabou.
“Ainda estamos saindo do choque, estamos tentando nos adaptar aos fatos, já que ainda não houve uma conclusão desse processo. Com a prisão do prefeito, prisão de vereadores, afastamento de outros, a cidade ainda está tentando entender como é que vai ficar essas peças, em que lugar cada um vai ficar,” disse Fabiana Regis.
Sobre o mandato interino, Fabiana Regis disse que, apesar de fazer parte da oposição, reconhece que algumas atitudes do prefeito interino Vitor Hugo (PRB) têm sido favoráveis à população, em especial ao servidor público que sofreu bastante na gestão do prefeito Leto Viana (PRP), preso na operação Xeque-Mate.
Vitor Hugo evita falar em novas eleições - O prefeito interino Vitor Hugo disse não pensar na questão de novas eleições na cidade e alegou que o momento é de pensar em trabalho para garantir o desenvolvimento de Cabedelo.
Ele lembrou que uma de suas primeiras medidas à frente do cargo foi promover o enxugamento da folha, exonerando servidores considerados ‘fantasmas’. O gestor também cancelou o contrato com uma empresa de vigilância, que havia sido citada na Operação Xeque-Mate, da Polícia Federal.
A medida, segundo ele, proporcionou uma economia de mais de R$ 1,5 milhão aos cofres municipais. “Com a iniciativa, anunciamos o pagamento do 1/3 de férias aos servidores efetivos, em atraso há 3 anos. Além disso, vamos estudar um reajuste salarial aos professores, médicos e agentes de saúde locais”, afirmou.
Vitor Hugo garantiu que vem mantendo um diálogo aberto e honesto com todos os vereadores, por quem foi escolhido para ocupar de forma interina a prefeitura da cidade. “A relação entre Executivo e Legislativo tem sido voltado, prioritariamente, para o desenvolvimento da cidade o bem-estar da população”, destacou.
A visão do povo duas semanas depois - Outdoor em Cabedelo agradece trabalho da PF (Foto: Reprodução Whatsapp) Na cidade, o sentimento da população é de alívio, em alguns momentos, por compreender que a justiça está sendo feita no combate à corrupção. Entretanto, segundo alguns depoimentos colhidos pela reportagem do Portal Correio, apesar de a população aplaudir o trabalho da Polícia Federal, a indefinição sobre o futuro da cidade deixa angústia em algumas pessoas.
Para a dona de casa, Maria do Nascimento Pereira, 57 anos, o sentimento é de liberdade. “Estamos livres. Cabedelo já foi muito humilhada. A justiça foi feita nesta prisão”, desabafou.
Com 17 anos, mas conhecendo como funciona o processo político na cidade, uma estudante não quis se identificar, mas foi bem direta na sua opinião. “Foi um alívio ver a polícia fazendo as prisões e que espera que agora o povo aprenda a votar melhor”, ressaltou.
Embora não possa ser dito que esse sentimento seja unânime, parece que a grande maioria da população tem esse mesmo espírito narrado pelos cidadãos acima citados. Tanto que o Movimento em defesa de Cabedelo colocou na cidade um outdoor agradecendo à Polícia Federal pela execução da operação, que prendeu ao menos sete políticos.
Informações, texto e imagem: Portal Correio.
VEJA A ENTREVISTA DA VEREADORA AO PORTAL CORREIO.

PSB rejeita união com Vitor Hugo, defende novas eleições e proíbe filiados de compor o governo interino

Reunidos na noite desta terça-feira (17), na Fortaleza Santa Catarina, após convocação do presidente municipal, Secretario Estadual Sales Dantas, os socialista cabedelenses recusaram a proposta de união com Vitor Hugo e aprovaram resolução sobre o posicionamento da legenda frente a operação xeque mate da PF que prendeu o prefeito Leto Viana, 5 vereadores e afastou o vice e mais 5 vereadores. Defenderão novas Eleições na cidade e proibiram filiados de participarem do novo governo.

O presidente Sales Dantas abriu a reunião abonando algumas filiações de lideranças dos movimentos sociais. Em seguida informa aos presentes que foi procurado para que o partido participasse do governo interino, indicando nomes inclusive, para o secretariado da nova gestão. Disse ainda que reuniões foram realizadas com ele e Edvaldo Rosas (presidente da estadual) nesse sentido. E que os filiados ficassem a vontade para decidir o que fazer. 

Os socialistas rechaçaram a proposta. defenderam novas eleições e ainda definiram que os filiados que quiserem participar do novo governo, terão que deixar o partido. Como é o caso do ex-vereador Wellington Brito que assumiu a secretaria de transportes. As decisões foram tomadas pela unanimidade dos filiados presentes. A secretaria geral da legenda fará a notificação a Brito ainda esta semana para que ele opte entre a legenda e o governo interino da cidade portuária paraibana.
Texto: Aguinaldo Silva 
Imagem: Francisco Pereira 

PSB de Cabedelo vai reuni filiados para ouvir a base e decidir posição do partido na cidade


A Comissão Provisória Municipal do PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO – PSB de Cabedelo, CONVOCA, todos os membros da Comissão Executiva e seus filiados, militantes e simpatizantes na cidade de Cabedelo, para participarem da reunião do partido, a ser realizada na próxima terça-feira, 17 de abril de 2018, a partir das 19h00m, na Fortaleza Santa Catarina.
Na oportunidade, os socialistas cabedelenses discutirão sobre os últimos acontecimentos políticos administrativos, desencadeado pela Operação Xeque-Mate e a atual conjuntura política de Cabedelo.
Os socialista vão deliberar sobre o posicionamento do partido frente a Operação Xeque-Mate e sobre o governo interino instalado na cidade pós prisão de Leto Viana.

Presidente do PSB-PB Edvaldo Rosas considera consolidadas as pré-candidaturas de João e Vené e prevê apoio de mais de 140 prefeitos


O presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, comentou na tarde deste domingo (15) sobre as pré-candidaturas a governador, de João Azevêdo (PSB), e a senador, do atual deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB). Para ele, essas duas pré-candidaturas estão consolidadas, pois tem a força de vários partidos e mais de 140 prefeitos que, hoje, integram a base de sustentação do Governo do Estado.
Para Rosas, tanto João como Veneziano representam a imagem da gestão do governador Ricardo Coutinho, que tem mais de 86% de aprovação no Estado. “São candidaturas que se consolidaram e que terão a força e o empenho de Ricardo Coutinho e de quem admira seu modelo administrativo”, afirmou, destacando ainda que Veneziano representa uma significativa parcela dos votos de Campina Grande. “Ele (Veneziano), como candidato do nosso partido terá o nosso apoio, o apoio de Ricardo e de 140 prefeitos da nossa base”.
O presidente do PSB paraibano disse também que a sigla buscará, com os demais partidos que apoiam o governo, formar uma chapa ainda mais forte com os cargos de vice-governador, senador e suplente de senador. Ele previu que a chapa liderada por João e Veneziano, governador e senador, respectivamente, pode vir a fazer na primeira coligação até 18 deputados estaduais, sete deputados federais e mais quatro deputados estaduais de outra coligação.
Ao analisar a recente chapa lançada pela oposição sob o nome de Lucelio Cartaxo (PV) ao Governo e Cássio Cunha Lima (PSDB) para o Senado, Edvaldo observou que aguarda o PV se pronunciar oficialmente, pois existe uma cultura na Paraíba de que o candidato de oposição começa a trabalhar uma pré-candidatura a governador um ano e meio antes.  “Ou seja, lançar um nome há seis meses (da eleição), você tem aí um PP, PSC, MDB que não aceitam, pois não foram consultados, ou seja, é uma chapa sem rumo e sem prumo. Eu acho que Cássio está procurando um poste para pendurar os cartazes dos seus candidatos, inclusive o dele”, finalizou Rosas.
Informações: PBAGORA   

Mesmo condenado e preso Lula lidera as pesquisas em todos os cenários e tem 31% mais que o dobro do segundo colocado


Uma pesquisa do Instituto Datafolha foi divulgada neste domingo (15) pelo jornal "Folha de S.Paulo" com índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2018. Foram feitas 4.194 entrevistas entre 11 e 13 de abril, em 227 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.
Veja abaixo os resultados dos 9 cenários pesquisados no 1º turno:

Cenário 1 (Se Lula for candidato, Temer ficar fora da eleição e o MDB lançar Meirelles):
Lula (PT): 31%
Jair Bolsonaro (PSL): 15%
Marina Silva (Rede): 10%
Joaquim Barbosa (PSB): 8%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Ciro Gomes (PDT): 5%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
Manuela D'Ávila (PC do B): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 1%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Henrique Meirelles (MDB): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
João Amoêdo (Novo): 0
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
Guilherme Boulos (PSOL): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 13%
Não sabe: 3%
Cenário 1 - 1º turno

Cenário 2 (Se Lula for candidato, Temer concorrer à reeleição e Meirelles não disputar):
Lula (PT): 30%
Jair Bolsonaro (PSL): 15%
Marina Silva (Rede): 10%
Joaquim Barbosa (PSB): 8%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Ciro Gomes (PDT): 5%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
Manuela D'Ávila (PC do B): 1%
Fernando Collor de Mello (PTC): 1%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Michel Temer (MDB): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
João Amoêdo (Novo): 0
Guilherme Boulos (PSOL): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 14%
Não sabe: 2%

Cenário 3 (Se Lula for candidato, e Temer, Meirelles, Rodrigo Maia e Flávio Rocha ficarem fora da eleição):
Lula (PT): 31%
Jair Bolsonaro (PSL): 16%
Marina Silva (Rede): 10%
Joaquim Barbosa (PSB): 8%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Ciro Gomes (PDT): 5%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Manuela D'Ávila (PC do B): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
Guilherme Boulos (PSOL): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 13%
Não sabe: 2%

Cenário 4 (Se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula, Temer ficar fora da eleição e o MDB lançar Meirelles):
Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 15%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Joaquim Barbosa (PSB): 9%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 5%
Manuela D'Ávila (PC do B): 2%
Fernando Haddad (PT): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
Henrique Meirelles (MDB): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
Guilherme Boulos (PSOL): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 23%
Não sabe: 3%

Cenário 5 (Se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula, Temer concorrer à reeleição e Meirelles não disputar):
Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 15%
Joaquim Barbosa (PSB): 9%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Manuela D'Ávila (PC do B): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Fernando Haddad (PT): 2%
Michel Temer (MDB): 2%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 24%
Não sabe: 4%

Cenário 6 (Se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula, e Temer, Meirelles, Rodrigo Maia e Flávio Rocha ficarem fora da eleição):
Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 15%
Joaquim Barbosa (PSB): 10%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Alvaro Dias (Podemos): 5%
Manuela D'Ávila (PC do B): 3%
Fernando Haddad (PT): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
João Amoêdo (Novo): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 23%
Não sabe: 4%

Cenário 7 (Se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula, Temer ficar fora da eleição e o MDB lançar Meirelles):
Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 15%
Joaquim Barbosa (PSB): 9%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Manuela D'Ávila (PC do B): 3%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Henrique Meirelles (MDB): 1%
Jaques Wagner (PT): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 23%
Não sabe: 4%

Cenário 8 (Se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula, Temer concorrer à reeleição e Meirelles não disputar):
Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 15%
Joaquim Barbosa (PSB): 9%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Manuela D'Ávila (PC do B): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Michel Temer (MDB): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
Jaques Wagner (PT): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
Guilherme Boulos (PSOL): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 23%
Não sabe: 3%

Cenário 9 (Se o PT e Temer ficarem fora da eleição):
Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 16%
Joaquim Barbosa (PSB): 9%
Ciro Gomes (PDT): 9%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Manuela D'Ávila (PC do B): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
João Amoêdo (Novo): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
Guilherme Afif Domingos (PSD): 0
Em branco / nulo / nenhum: 23%
Não sabe: 3%

Cenários pesquisados para o 2º turno:
Cenário 1 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno):
Lula (PT): 48%
Jair Bolsonaro (PSL): 31%
Branco/nulo: 19%
Não sabe: 1%

Cenário 2 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno):
Lula (PT): 48%
Alckmin (PSDB): 27%
Em branco/Nulo: 23%
Não sabe: 1%

Cenário 3 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno):
Lula (PT): 46%
Marina (Rede): 32%
Em branco/Nulo: 21%
Não sabe: 1%

Cenário 4 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula):
Bolsonaro (PSL): 37%
Haddad (PT): 26%
Em branco/Nulo: 33%
Não sabe: 4%

Cenário 5 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula):
Alckmin (PSDB): 37%
Haddad (PT): 21%
Em branco/Nulo: 38%
Não sabe: 3%

Cenário 6 (se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula):
Bolsonaro (PSL): 39%
Jaques (PT): 23%
Em branco/Nulo: 35%
Não sabe: 3%

Cenário 7 (se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula):
Alckmin (PSDB): 41%
Jaques (PT): 17%
Em branco/Nulo: 39%
Não sabe: 4%

Cenário 8 (se Marina chegar ao 2º turno):
Marina (Rede): 44%
Bolsonaro (PSL): 31%
Em branco/Nulo: 23%
Não sabe: 2%

Cenário 9 (se Marina chegar ao 2º turno):
Marina (Rede): 44%
Alckmin (PSDB): 27%
Em branco/Nulo: 27%
Não sabe: 2%

Cenário 10 (se Ciro chegar ao 2º turno):
Ciro (PDT): 35%
Bolsonaro (PSL): 35%
Em branco/Nulo: 28%
Não sabe: 3%

Cenário 11 (se Ciro chegar ao 2º turno):
Ciro (PDT): 32%
Alckmin (PSDB): 32%
Em branco/Nulo: 33%
Não sabe: 3%

Cenário 12 (se a esquerda ficar de fora do 2º turno):
Alckmin (PSDB): 33%
Bolsonaro (PSL): 32%
Em branco/Nulo: 32%
Não sabe: 2%

Fonte da Pesquisa: Instituto Datafolha
Informações: G1

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger